Blog

“Slow Shopping”:  O Varejo buscando novos caminhos 

18 de julho de 2018

author:

“Slow Shopping”:  O Varejo buscando novos caminhos 

Na teoria, os varejistas sabem que quanto mais tempo o cliente permanecer na loja, maior será seu gasto. Na prática, porém, isso ainda é pouco aplicado.

Durante a última década, grande parte da tecnologia e inovação no setor varejista concentrou-se em acelerar o processo de compras.

No comércio eletrônico (e-commerce), nos concentramos na criação de websites que são carregados em um piscar de olhos e simplificam os processos de check-out. Já os bancos fazem um esforço enorme para que os clientes consigam resolver seus problemas nos terminais de autoatendimento, sem a necessidade de entrar nas agências bancárias.

Hoje, esse foco está mudando. Os varejistas físicos começaram a perceber que o futuro do varejo não está em competir com a velocidade e a conveniência do comércio eletrônico, mas, sim, em usar a experiência de compra física para “desacelerar” os clientes e mantê-los por mais tempo em suas lojas.

O que há por trás do movimento “slow shopping”? Por que os varejistas estão mudando de repente da ênfase da velocidade e da conveniência para uma experiência de compra mais lenta e agradável?

Podemos resumir essas respostas em apenas um “case”: quando a Origins, empresa americana de cosméticos, redesenhou suas lojas para incentivar os consumidores a permanecerem e “passearem” em suas dependências, eles viram que as vendas  saltaram de 20% a 40%.

Os varejistas estão começando a reconhecer que tentar entrar em competição com o comércio eletrônico em fatores como velocidade e conveniência não é uma jogada vencedora. O movimento de “slow shopping” é impulsionado pela necessidade de oferecer aos clientes algo diferente do que eles podem obter on-line. Ele afasta a ênfase dos produtos físicos e cria uma experiência imersiva de compras que é mais uma atividade do que uma tarefa.

Como “desacelerar” os clientes e impulsionar a experiência de compra!

Fazer com que os clientes passem mais tempo em sua loja é incentivá-los a desacelerar e explorar. Por exemplo, em vez de trilhar o caminho do cliente para o item que procura até o caixa, você quer que eles olhem em volta, divirtam-se e descubram algo novo.

Incentivar esse tipo de comportamento de compra começa no nível básico do layout de sua loja e continua até na criação de uma experiência imersiva. Aqui estão algumas técnicas de como você pode usá-las para “desacelerar” os clientes:

Escolha o melhor layout de loja!

A maneira como a loja é exposta é uma das principais e mais básicas técnicas que existem. O layout de sua loja determina como e onde você exibirá os produtos, o caminho percorrido pelos clientes e até mesmo a atmosfera geral da loja.

Crie áreas de exibições e displays para “desacelerar” os clientes fazendo com que parem!

Ao colocar no caminho áreas de exposição e displays atraentes de alto impacto, você incentiva os clientes a parar e explorar. Essas áreas oferecem aos clientes uma quebra de visual das linhas de produtos nas prateleiras, além de ser um lugar ideal para promover compras sob demanda, sazonais e impulsivas.

Desenvolva exibições para incentivar a interação e a contemplação!

Quando se trata de “desacelerar” os clientes nas lojas, cada monitor e placa podem ser uma ferramenta a seu favor. Filas e fileiras de prateleiras na parede são boas para exibir seus produtos, mas não são ótimas para capturar a atenção do comprador ou incentivar o comportamento de exploração. É por isso que enfatizar o aprimoramento da capacidade de descoberta significa dar uma nova olhada no layout da sua loja e em como você organiza as exibições dos produtos.

Utilize sinalização digital e displays interativos!

Nos últimos anos, os varejistas têm recorrido à sinalização digital por vários motivos. Uma delas é que os displays interativos podem ajudar a segurar a atenção do comprador e incentivar os clientes a passarem mais tempo em sua loja, aumentando as vendas e promovendo  vendas cruzadas.

Crie experiências imersivas dentro da loja!

Se você estiver apto em fazer de tudo para que os compradores passem mais tempo em sua loja, transforme-o em um ponto de encontro real. Grandes varejistas já estão trabalhando para transformar lojas de departamentos comuns em experiências de compras exclusivas e imersivas. Eles organizam eventos, oferecem serviços e trabalham para criar uma atmosfera geral, fazendo com que os clientes desejem ficar dentro da loja.

“Desacelere” os clientes e aumente as vendas!

De layouts de loja e exibições a varejo experiencial e design imersivo, há muito que você pode fazer para “desacelerar” os clientes em sua loja. E essa é uma grande oportunidade para aumentar as vendas do seu negócio.

Fonte: Shopify

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *